A parceria de longa data entre o Bradesco e Banco do Brasil rendeu um novo fruto, dessa vez fora das fronteiras das instituições financeiras. Ex-executivos de ambas as casas se uniram para montar um novo banco de investimento, batizado de Yards Capital, que também atuará como gestor de recursos de terceiros e de fortunas. A casa nasce patrimônio de R$ 1 bilhão, vindo de investimentos dos sócios.

A ideia é usar a experiência do time, e as conversas com potenciais clientes, entre empresas e investidores, já estão ocorrendo. Leandro Miranda, ex-diretor-executivo do Bradesco, é um dos sócios, ao lado de Gueitiro Genso, ex-presidente do maior fundo de pensão do Brasil, a Previ, dos funcionários do BB. Ainda no grupo estão Philip Searson, ex-responsável pela área de renda fixa do Bradesco BBI, Rogério Queiroz, ex-BB, e Simone Monteiro, que comandou a área de comunicação da Previ e cuidará também de relações com investidores na nova casa.

Ex-executivos de Bradesco e Banco do Brasil abrem banco de investimento

Estão nos planos atuar em nichos que o grupo considera não serem bem atendidos pela Faria Lima, com destaque para empresas de médio porte e o agronegócio. “Não queremos ter um olhar transacional, mas ter uma solução completa para nossos clientes”, diz Miranda, que se despediu no fim de janeiro do banco da Cidade de Deus, onde passou por várias áreas, inclusive o comando do Bradesco BBI… leia mais em Valor Investe 03/07/2023