Operação foi avaliada em 70 milhões de euros. Mercado dos videojogos na cloud movimentou 40,5 milhões de euros em 2018.

 Conhecida como a “Netflix do gaming“, a startup espanhola PlayGiga foi comprada pelo Facebook, numa operação avaliada em 70 milhões de euros, noticia o Cinco Días, esta quinta-feira. A informação foi confirmada por um porta-voz da gigante tecnológica norte-americana à CNBC.

A PlayGiga, plataforma que permite jogar através da cloud , no computador ou na televisão, não necessitando de comprar jogos ou consolas, nasceu em Madrid em finais de 2013 pela mão de César Valencia e é liderada atualmente por Javier Polo.

Esta compra é a primeira aquisição levada a cabo pelo Facebook em Espanha. Entre os sócios da PlayGiga, destacam-se a Warner, Disney, Capcom, Seja e Square Enix. A startup tem mais de 300 jogos disponíveis.

A empresa de videojogos opera atualmente em Espanha, Itália, Chile, Argentina e Qatar. A maioria dos países comercializa os seus produtos através de operadoras de telecomunicações. Devido ao seu plano de expansão, a PlayGiga encerrou o ano 2018 com perdas de 1,9 milhões de euros e não estão previstos lucros nos exercícios seguintes. As suas vendas somaram os 2,8 milhões de euros, face aos 812 684 euros registados no ano anterior. No final do exercício passado, a PlayGiga contava com 57 colaboradores.

A operação permitirá ao Facebook a diversificação das suas fontes de receita, atualmente centradas especialmente na publicidade online.

Tal como outros gigantes tecnológicos, o Facebook não quer ficar de fora do mercado dos videojogos na cloud, mercado que movimentou em 2018 40,5 milhões de euros, e que deve chegar aos 740 milhões em 2025, segundo um relatório da Marketing Insights.

A empresa de Mark Zuckerberg não é a única que está de olho neste setor. O Google já lançou a sua plataforma Stadia em novembro, um serviço de streaming de jogos; a Microsoft está a finalizar o projeto xCloud; e a Sony, em outubro, reduziu o preço da subscrição de videojogos Playstation Now… Leia mais em dinheirovivo 19/12/2019