A chinesa Shein e o grupo Sparc, dono da Forever 21, anunciaram nesta quinta-feira uma parceria que abre caminho para o marketplace asiático vender vestidos, calças jeans e acessórios da marca americana em seu site. No futuro, as lojas Shein podem operar dentro das lojas da Forever 21, segundo o jornal americano Wall Street Journal.

Pelo acordo, a Shein compra aproximadamente um terço da holding que controla a Forever 21. O grupo Sparc, por sua vez, vai adquirir uma participação minoritária na Shein, que foi avaliada em US$ 66 bilhões em uma rodada de financiamento no início deste ano. O valor da operação não foi divulgado.

A parceria inaugura uma dobradinha entre duas rivais no varejo e mais um passo na estratégia de negócios e geopolítica da China de ampliar a atuação de suas empresas nos EUA. Os dois países são as maiores economias do mundo e rivalizam em áreas que vão da tecnologia a assuntos militares.

Shein compra 30% de dona da Forever 21

A Shein se tornou uma das maiores varejistas de moda rápida nos EUA em participação de mercado, mas para crescer ainda mais deseja oferecer aos clientes produtos além do que ela mesma produz.

No Brasil, por exemplo, a companhia firmou parcerias com fábricas locais para produzir peças de roupas que passaram a ser vendidas na sua plataforma. Nos EUA, porém, a associação foi feita com uma grande empresa, dona de grifes famosas.

O Sparc é uma joint-venture entre a companhias de gestão de marcas Authentic Brands Group e a proprietária de shopping centers Simon Property Group. Produz e distribui produtos para sete das marcas da Authentic, que além da Forever 21 incluem Aéropostale, Nautica, Lucky Brand, Brooks Brothers, Eddie Bauer e Reebok…. leia mais em PEGN 24/08/2023