A oferta daria condições de saída a detentores de créditos que receberem ações da “nova” Unigel, empresa que ficará com os ativos do grupo.

Ainda em busca de um acordo com a maioria dos credores para repactuar R$ 3,9 bilhões em dívidas financeiras, a Unigel acertou novos termos em seu plano de recuperação extrajudicial, incluindo a possibilidade de uma oferta pública inicial de ações (IPO) mais à frenteleia mais em Valor Econômico 29/04/2024